quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Os sonhos e o tempo


Os dias negros também surgem quando sonhamos. Quando temos fé que podemos fazer o que acreditamos, mas que somos provados nas circunstâncias a permanecer ou desistir do nosso sonho.
Muitas coisas em minha vida foram assim.  Quando fui tirar carta de motorista, há muitos anos, é a típica situação que me provou. Fiz todo o processo do Detran e quando chegou a hora da prova prática, fiz umas 3 ou 4 e reprovei em todas. Lembre-se que para cada dia de prova, você tem que esperar um tempo para fazer a próxima prova. Todo mundo estava pagando para tirar a carta e eu me recusava a fazer. Como mulher de Deus não achava certo e nem justo subornar pra ter uma carta de motorista (sim, eu era a certinha...). Muitos achavam que eu era doida ou sem noção, mas não me importei porque sou firme quando acredito numa coisa. No fim, me sentia humilhada porque não me sentia aceita. É quase como comida japonesa; para você ser aceito na sociedade, parece que você tem que saber duas coisas: ter carteira de motorista e comer comida japonesa.
Enfim, depois de alguns anos, tentei tirar carta novamente. Fiz todo o processo novamente mas como a escola tinha problema com agenda para ter aulas disponíveis para os alunos aos sábados, fiz todas as aulas, mas quando chegou na hora de marcar a prova prática, não dava mais tempo porque já tinha passado do prazo de um ano desde a matrícula, e portanto, teria que fazer tudo novamente.
Eu não queria mais saber de tirar a carta. Entretanto, quando eu fiquei de licença do trabalho para cuidar da minha saúde, tive muito tempo livre em casa. Numa dessa me dei a chance de tentar tirar a carta novamente. Se não desse certo, não tiraria nunca mais.
Depois de um tempo, minha saúde melhorou de modo que eu pudesse fazer aulas. Fiz todo o processo do Detran novamente, fiz as aulas práticas até que finalmente, por um milagre, consegui passar no exame prático, sem precisar “pagar” o Detran. Senti tanto orgulho de mim e vi que aqueles dias difíceis para esta situação estavam indo embora. Depois, quando fui embora de carona com meu instrutor, ele me disse que tinha orado a Deus para todos os seus alunos passarem sem pagar o Detran.  Deu certo! De todos os alunos, apenas um não passou (quando peguei minha habilitação, queria ficar exibindo pra todo mundo! Realmente, isso foi histórico na minha vida :)
Parece insignificante, mas quando queremos algo que parece ser impossível, se colocarmos nosso coração sincero diante do Senhor, ele pode preparar o que queremos porque Deus tem prazer em nos abençoar e no final das contas, a gente sabe que Ele é quem leva todo o crédito!
Lembro-me também quando fui sozinha para a Nova Zelândia em 2013. Morei lá um mês. Fazer intercâmbio era desejo de criança que a medida que eu ia crescendo,, ardia mais em mais em eu coração. Tentei uma vez indo para o Canadá, paguei meu visto no Banco e quando fui no consulado, o oficial mal olhou os meus documentos e disse que não era a hora. Passados anos, me casei, mas o Renato não tinha o mesmo sonho que eu. Orei varias vezes durante os 5 primeiros anos do nosso casamento, até que ele me apoiou e fui fazer minha tão sonhada viagem.
Outro exemplo foi o sonho de se ter um livro. Quando me formei, queria escrever um livro, mas não tinha dinheiro para financiá-lo. Me formei sem ter um projeto de livro na mão.
Anos depois comecei este blog e anos atrás fiz uma série de textos para jovens solteiros. Daí surgiu a ideia de compilar esses textos e transformá-los em livros e assim surgiu o “Devocional para jovens solteiros I e II” onde a gente conta a história de como Deus preparou o nosso casamento, quando estávamos solteiros e esperávamos o seu melhor.  Passados 10 anos desde a minha formatura, recebi uma proposta de publicação de fazer o Devocional e quando eu estava na Nova Zelândia, recebi a ligação do meu marido dizendo que o nosso livro tinha sido publicado e no ano seguinte, o outro livro também veio.
Tem coisas na vida da gente que achamos ser tarde demais para realizar. Vivemos anos esperando coisas assim acontecer. Mas Deus, conhece e sonda nosso coração e cada intenção e por experiência própria, posso dizer que, por mais negros que sejam os dias em que os sonhos parecem que não vão se realizar, Deus tem o tempo certo de todas as coisas. E se Ele não realizar, você terá paz porque seu coração estará ligado no coração Dele.

Para meditar hoje: Salmos 37 e Eclesiastes 3

Curtiu o Blog? Registre aqui!