quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Introdução - Confiando em Deus





        Olá pessoal, paz!
        Estou em férias! :)
      Carregarei as baterias mas enquanto descanso quero compartilhar com vocês nos próximos dias uma série de mensagens. Mensagens de fé, de crescimento espiritual, de reflexão sobre Deus e sobre a gente, seres humanos. Algumas mensagens surgiram durante uma crise que não lembro de ter vivido em minha caminhada cristã há muitos anos mas que foram guardadas para este momento. Na verdade, não lembro mesmo de ter passado por algo assim há muito tempo.

          Foram dias maus que ficaram lá trás mas sei que muitos estão vivendo dias difíceis assim como eu vivi. No entanto, quero te encorajar! Quero influenciar você a buscar mais de Deus, mais de sua presença. O caos pode ser bem vindo em nossa quando quando podemos extrair dele crescimento pessoal, crescimento na fé. Mesmo depois de 20 anos de conversão, de repente, eu me encontrava em uma fase em que enfermidades, desemprego, uma crise ministerial e o sentir falta da família e amigos me fizeram pensar porque eu estava passando por tudo aquilo. A palavra que diz que melhor é o fim das coisas do que o inicio delas foi um alarme para mim (Ecl 7.8). Precisava urgentemente rever minha vida com Deus para não ter um final de jornada ruim.

          Não lembro se era um sonho, uma impressão ou uma visão. De repente me vi em total escuridão, em trevas e quando acordei ou percebi, veio a necessidade urgente de buscar mais ao Senhor. Não sei o que aquilo queria dizer na hora, só sei que fiquei com medo e precisava de Deus agora mais do que
nunca.

          Fiz inúmeras perguntas pra Deus. Nessas horas, ansiei por respostas que eu estava sem. Todos nos passamos por dias ruins, desejamos respostas, e tudo o que nos resta é confiar num Deus que trabalha quando não podemos sentir ou ver.

          As vezes enfrentamos problemas assim, outras vezes não é tão grave como parece. Colocamos uma lupa na dificuldade e nos desesperamos facilmente, buscando socorro rápido que resolva nossos problemas. Se o governo não prospera por exemplo, colocamos a culpa em quem está lá, quando devemos conhecer e avaliar em quem votamos, além de a bíblia nos ensinar a orar pelos nossos governantes. Se estamos endividados, ao invés de fazer um planejamento e orar ao Deus do céu por sua provisão, vamos direto no Banco buscar um empréstimo onde acabamos nos tornando escravos do dinheiro. Se não estamos nos sentindo bem já tomamos posse do diagnostico médico e enchemos nossa casa com remédios, quando a bíblia diz que pelas pisaduras de Jesus nós somos sarados. Se nos desentendemos com alguém, preferimos o orgulho a lavar os pés do outro.

          Soluções aparentemente rápidas que ofuscam nossa visão no Deus a quem dizemos servir e confiar. 

          Infelizmente, é incrível admitir como sozinhos conseguimos fazer tantas bobagens, mas como precisamos de Deus para solucionar as bobagens que fizemos.

          Quando pensei em escrever sobre esta fase, abrir meu coração para edificar outros, a princípio, fiquei com vergonha. Pensei que ainda estou aprendendo a confiar. Pensei na minha "reputação", na força que transpareço ter, pensei que minhas fraquezas poderiam diminuir o Deus que eu creio. Felizmente, lembrei da palavra que diz que o poder de Deus se aperfeiçoa em nossas fraquezas (II Co 12.9). A graça de Deus é tudo o que nos basta! Que Ele cresça e que eu diminua até não mais existir.

          Quando a situação foge do nosso controle, ao invés de gritarmos aos quatro cantos, veja a oportunidade que está surgindo para Deus agir. Talvez seja nessa situação que devemos a aprender a confiar Nele, principalmente se são dias difíceis.

          Para meditar hoje: Eclesiastes 7.8:

"Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas; melhor é o paciente de espírito do que o altivo de espírito"

Curtiu o Blog? Registre aqui!